Qual é o nascimento mais adequado: parto ou cesariana?
A forma como o bebê nasce pode obedecer à natureza do corpo materno e seus processos fisiológicos, auxiliada por profissionais capacitados. Diante de uma indicação clínica, ou até mesmo da própria escolha da gestante, pode ser pela via cirúrgica. O essencial é que, para cada uma dessas duas possibilidades, a futura mãe tenha acesso às informações e aos conhecimentos necessários para garantir que o poder de decisão esteja com a gestante e corresponda aos seus desejos e anseios.

Para isso, ações como a elaboração do plano de parto, feito em conjunto com a gestante e seu médico, são fundamentais para esclarecer dúvidas e possíveis medos, e para que se expliquem as práticas e os procedimentos relacionados ao parto vaginal e à cesariana.

De acordo com a resolução do Conselho Federal de Medicina nº 2.144/2016, é direito da gestante, nas situações eletivas, optar pela realização de cesariana, garantida por sua autonomia, desde que tenha recebido todas as informações sobre o parto vaginal e cesariana, seus respectivos benefícios e riscos. A decisão deve ser registrada em termo de consentimento livre e esclarecido, e somente poderá ser realizada a partir da 39ª semana de gestação.

A espera pela 39ª semana de gestação não é por acaso. “Entre a 37ª e a 40ª semana de gestação, ocorre a finalização da maturidade pulmonar do bebê. O mesmo acontece com o seu sistema gastrointestinal. A criança pode ganhar até 400g ou 500g de gordura nas últimas duas semanas, o que vai ajudá-la a manter sua temperatura corporal. Nesta etapa, há também o desenvolvimento neurofisiológico do bebê”, esclarece Dr. Marcos Wengrover Rosa.

No caso do parto, processos fisiológicos que ocorrem durante o nascimento são importantes para a mãe e o bebê. A mãe produz hormônios, os quais favorecem e facilitam a amamentação, a recuperação é mais rápida, com menor tempo de internação hospitalar e menores chances de complicações cirúrgicas, são algumas das vantagens relacionadas ao parto normal. Para o bebê, a passagem pelo canal vaginal o coloca em contato com as bactérias que estão presentes nesta área do corpo da mulher naturalmente, prevenindo alergias e doenças, tornando os sistemas imunológicos do bebê mais fortes. O trabalho de parto significa amadurecimento para o bebê, indicando que o momento ideal do nascimento chegou.

A equipe assistencial da Maternidade do Hospital Moinhos de Vento é capacitada e qualificada para oferecer apoio à parturiente durante todo o processo de trabalho de parto, nascimento e puerpério imediato. Independentemente da via de nascimento, temos o propósito de prestar um atendimento individualizado, fazendo de tudo para que o momento seja único, particular, resultando na melhor experiência possível.

Pode-se conhecer o Centro Obstétrico e a Maternidade antes mesmo de vir ganhar seu bebê. Você pode agendar uma visita pelo telefone (51) 3537-8735.